O Ceifador cavalga rapidamente até chegar na Floresta Congelada de Hilgram. Lá vai até o local designado por Augustus e encontra o grupo de driders liderados por um drow, grupo responsável pelas turbulências causadas a Hilgram recentemente. Diorgio rapidamente elimina as driders e o drow, como uma queima de arquivos para que o Leão e o restante do reino não descubram que na verdade quem estava por trás deste esquema é Augustus Vivaldi. Diorgio decide permanecer no local para recuperar as energias gastas no combate, porém é interrompido por 3 assassinos do reino de Kiev, que mostram a ele uma carta com a sua sentença de morte por ter violado as leis de Vector, que havia determinado que nenhum membro do exército negro poderia deixar o território de Torgau. Diorgio enfrenta os 3 assassinos e consegue vencê-los com dificuldade, após a vitória o Ceifador deixa as cabeças enfiadas em lanças para que todos vejam que o que havia ali foi derrotado e parte de volta a Torgau.

O Leão do Norte aguarda com sua rainha a chegada de seus convidados de Falkart para realização do “casamento” com Marcus Kairus. Átila tem dificuldades para planejar dar a notícia do cancelamento do casamento, mas trata seus hóspedes com cordialidade.

Após chegar e se instalar em Hilgram, Hector Kairus seduz uma camareira do palácio e descobre sobre o romance do Leão com a rainha Elleonora, fato que o deixa preocupado sobre a legitimidade da aliança forjada através de seu irmão. Hector conta a seu pai que pouco se importa com o fato. Mais tarde Hector percebe que sua espada foi furtada de seus aposentos, após questionar a camareira ela diz que a mesma se encontra em posse do Leão do Norte.

Átila é procurado por um dos homens de Varys, e este lhe informa sobre as ações de Hector. O Leão fica preocupado e ao mesmo decepcionado com a atitude eloquente da Espada da Fronteira. Além disso, o mesmo homem de Varys informa que a família Kairus pouco se importa com Hilgram, e que tudo o que desejam é assumir o controle do reino através desse casamento. Átila ainda percebe muito descaso do pretendente de sua rainha, Marcus Kairus com o reino de Hilgram. Furioso com tudo isso, Átila decide colocar o exército de Hilgram atento para uma possível atitude truculenta de Falkart após o anuncio do cancelamento. Após isso, o Leão convoca uma reunião com os representantes de Falkart.

Na reunião, Átila começa a questionar as intenções de Falkart. A começar pela atitude desdenhosa de Marcus e as ações dissimuladas de Hector. Hector o acusa de roubo. Átila demonstra insatisfeito com o casamento e o rei Astor Kairus perde a paciência e questiona a autoridade de Átila para tratar daqueles assuntos com ele. A rainha intervém e anuncia sob pressão que não haverá mais casamento. Astor se enfurece, diz que o trato já havia sido feito e que a rainha for tratada com toda dignidade em Falkart. O Leão intervém dizendo que as intenções mesquinhas de Falkart não serão aceitas em Hilgram. Astor informa que informará a todos os outros reinos que essa atitude desrespeitosa não passará em branco e que Hilgram será atacada. Átila tenta dialogar mas Astor informa ao Leão que se ele abrir a boca haverá guerra nesse exato momento. O Leão fala e Astor ordena que seus homens ataquem.

Rapidamente diversos homens de Falkart entram pelas janelas do salão do conselho, Átila que havia acabado de devolver a espada de Hector a ele é atacado pelo mesmo. Durante o rápido combate alguns conselheiros de Hilgram são mortos e Átila se limita a defender sua rainha contra os inimigos, demonstrado terem levado homens em quantidade ainda maior que a que aparentava. Quando o cenário caótico estava instalado, Hector decide parar o seu combate com Leão e grita para que seu pai pare o ataque, ou sua família seria massacrada ao tentar sair de Hilgram. O pai decide lhe escutar e o Leão garante sua saída de Hilgram. Os homens de Falkart se reúnem e partem com a guerra contra Hilgram declarada!

Herick continua na rotina de passear com a Madocka, em um dos dias ele encontra com a nova banda que chegou a cidade para um eventou. Madocka demonstra ter um sentido muito aguçado ao ouvir o som de um violão pelo simples passar dos ventos em suas cordas.

Damon prossegue seus estudos na escola de magia, começando a estudar a história cosmologica a fim de encontrar algo relacionado a Herick. Baskharence o procura e diz que conhece um antigo aprendiz de seu pai, e que ele ficaria interessado em conhecer um dos filhos de Auron. Damon decide ir ao encontro dele e Baskharence informa que caso ele consiga retornar ele aceitará sua proposta de derrubar o Balthazar em Alamuth.

Damon e Herick conversam sobre os ocorridos e vão até Augustus. Este revela os recentes acontecimentos envolvendo o Rei Vector, Hilgram e Falkart(a guerra ainda não havia estourado), e decide enviar Herick para as terras de Falkart a fim de eliminar um Troll seu aliado que estava causando problemas ao reino a fim de evitar que eles descubram algo devido a grande movimentação militar que ocorre lá. Damon informa sobre sua saida também, e os dois partem ao anoitecer, Damon para as terras de Kiev e Herick para Falkart.

Diorgio retorna de sua caçada e mostra a Augustus as 3 cabeças dos assassinos de Malakay. Augustus utiliza um de seus poderes e interroga um dos espiritos, descobrindo ter sido Malakay a comando de Vector a enviar esses homens. Augustus decide deixar ele mesmo Torgau para ver como irão agir em relação a ele.

Damon chega até o local de Devian, o aprendiz de seu pai, conversa rapidamente com ele até que ele desaparece. Damon segue em sua procura e derrota no caminho algumas panteras deslocadoras.

Herick chega até a caverna do Troll e seu bando de orcs e vence todos sem dificuldades. Um dos prisioneiros que ele liberta informa que uma escolhida do rei de Cadion está aprisionada na cidade subterrânea, e que seria uma boa idéia libertá-la.

Anúncios